Como obter uma menina fora com as mãos

Mas quando nós apreciá-los, olhar a maneira como eles se blushed.Thats Como a menina fica muito em nós. Lição 6: consola. Sempre que você estiver triste, apenas esticar suas mãos cuidar para ela consolar her.Thats o que uma garota como a maioria por um boy.Do ele e você vai ser alguém em seu coração. Contents1 penteadeira com espelho e iluminação: o modelo, especialmente a escolha de como fazer suas próprias mãos1.1 mesa de tipos com espelho Bedroom1.2 Luzes para o estágio: luxo ou necessidade?2 Tabela de limpeza com as mãos: como fazer2.1 Características do uso de toucadores2.1.1 Que materiais são necessários para a produção de mesa3 Vestir mesa com... Como obter uma menina para ser sua namorada? A boa notícia é que você descobriu uma garota que você realmente gosta e você quer que ela seja sua namorada. A terrível notícia é que, cada vez que você pensar em pedir a ela para torná-lo oficial, você começa a sentir-se ansioso ou desconfortável. Um chapéu assim pode costurar até uma menina que saiba como manusear uma agulha. Recomenda-se usar o veludo no trabalho. Tem um brilho perceptível e é agradável ao toque. É suficiente em uma camada para fazer a cabeça do traje de Chapeuzinho Vermelho para a menina com as próprias mãos. 7. Pleasant Terminar para obter uma menina para beijá-lo. Terminar com uma agradável abraço longo e dizer-lhe os meios pelos quais ela é impressionante (como um indivíduo, e não apenas em beijar). Outras dicas úteis para obter uma menina para beijá-lo: Aumentar a energia de um beijo pelo toque. Como um profissional com muita experiência neste domínio, estudamos o campo e elaboramos um modelo bem sucedido, que é preenchido com centenas de excelentes insights que você pode melhorar para que você saiba como obter mulheres. Quanto mais você seguir, mais sucesso você será – não importa quem você é. Enquanto o livro é a entrada principal, aqui está um conjunto de aperitivos ... Indo para uma menina em uma data, você pode levar uma flor, e não parece nada fora do lugar. Pelo contrário, mais uma vez enfatizar a sua individualidade. Mesmo sem saber como fazer uma flor de bola salsichas, você pode seguramente assumir e tentar.

Os Dois Lados da Mesma Moeda...

2020.08.15 18:37 Lucas_D_Soares Os Dois Lados da Mesma Moeda...

Fala seus lindos, maravilhosos e cheirososo cheios de amor, muito importantes para todos. MInha internet caiu e decidi escrever um pouquinho, espero que gostem e reflitam talvez.
Eu noto algumas coisas sem sentido às vezes, mas que depois tem muito significado.
Se quiserem me avaliar, fiquem a vontade, aberto a criticas.
Os Dois Lados da Mesma Moeda!
Que vivemos em uma sociedade capitalista, isso não é novidade para ninguém, mas os efeitos, sejam bons ou ruins, não serão sentidos por todos, isso é um fato. Quero compartilhar algo que notei e como uma palavra que grande parte daqueles que vivem no meio de tal sistema nem sabem o que é influência tanto nas vidas e criação das pessoas, como um todo. Às quintas-feiras tenho trabalhado como ajudante numa pequena barraca de temperos. É uma feira noturna, a maioria dos produtos lá vendidos são churrascos, pasteis, bolos, doces, e algumas bijuterias etc. Algumas vezes ela está sem movimento e outras, algumas barracas faltam, às vezes. E foi no lugar de uma barraca de doces, que se estabeleceu um trio de crianças: dois garotos e uma garota. Um dos dois meninos era provavelmente o mais velho dentro do grupo, talvez tinha uns 12 a 13 anos; a menina por sua vez deveria ter uns 10 a 11; quanto ao caçula, no máximo uns 8 anos. Esse infame trio, como todos os outros adultos ali presentes, queriam vender seus produtos: maçãs do amor, espetos de morango banhados em chocolate e algumas balas de menta, aquelas verdes de goma, vendidas num saquinho bem pequeno, com certeza eles tinham concorrentes! Eles ficaram estacionados ao lado duma barraca de frutas, utilizando caixotes do vizinho como mesa e cadeira. Sinceramente, se venderam 10 coisas de suas caixas de isopor fora muito, mas ali ficaram até umas 22h. Do lado oposto á eles, a barraca vizinha há minha, o nosso companheiro de feira vendia brinquedos, que era para aqueles três, e para todas as crianças que passam por lá, algo lindo e fantástico de se apreciar. Mesmo gritando(ou melhor, tentando), para chamar a atenção de seus possíveis clientes, vira e mexe seus olhos iam de encontro aquelas obras de plástico que continham luzes e sons atraentes a todos. Um olhar de desejo, e desejo distante. No mesmo lado em que se encontravam, um pouco mais longe tem uma imensa barraca de churrasco, e meu povo, parece que ninguém mais se importa com Covid, seja 19 ou 1000. Durante aquela noite, mais uma família chega ali para comer algo que pode ser feito em casa com segurança e conforto. Eram dois casais: O pai e a mãe, e dois filhos, os quais aparentavam ter a mesma faixa etária que os dois mais novos vendedores de doces. Esse par de bem-vestidos, enquanto seus pais estavam na mesa aguardando seu pedido, foram visitar o “parque” de brinquedos chamativos, na esperança de levar alguns para casa. Eles eram iguais aos que estavam do outro lado com o mesmo desejo, porém, esses, nem gastavam os esforços de visitar a barraca, pois sabiam que nada levariam dali, seria inútil desgastar mais ainda seus chinelos de tamanhos desproporcionais a seus pés ou arriscar rasgar suas roupas que, muito provavelmente, outrora, pertenceu a outro dono. Escrevi tudo isso para chegarmos nesse ponto: dois pares de crianças; com quase as mesmas idades; dos mesmos sexos; no mesmo lugar;. um par observara tudo aquilo de longe, enquanto o outro tocava e experimentava todos aqueles brinquedos chamativos; um tinha certeza de que não o teria, o outro gritaria para seus responsáveis na grande possibilidade de obter; os mesmos desejos, oportunidades e vidas completamente diferentes. Apesar das igualdades, a quantidade de papel vindo de uma fabrica dum lugar que poucos sabem onde fica, determina seus destinos, suas vidas, seu crescimento, tudo... Eu só tenho a agradecer a Deus por poder hoje ter um celular e um computador para passar esta informação, pois apesar de tudo o que somos ou o que queremos ser, o dinheiro que determinará o quanto teremos que nos esforçar para conquistar o que queremos, que horas iremos chegar em casa, que horas acordaremos, atrás de qual volante iremos ir ao trabalho ou ir passear, tudo isso que foi definido por pessoas que nunca falamos, que só conhecemos por vista na internet, televisão ou livros de historia. Um dia um homem depois de perceber que tinha muita comida, decidiu fazer trocas, depois outro decidiu vender, e esses homens que só Deus sabe quem são definiram o nosso hoje, definiram por onde você lê isso, definiram até as amizades e felicidades que você tem e compartilha. No mover e no falar de um homem, muitas vidas perecem e nascem, tem sucesso ou fracasso, naquilo que você escolhe fazer, o mundo todo pode mudar. O mundo esta em nossas mãos, basta move-las para o lugar certo que encontraremos a felicidade ou tristeza, o sucesso ou fracasso, nossos sonhos ou mortes...
submitted by Lucas_D_Soares to desabafos [link] [comments]


2020.02.11 20:38 Charles_Bronsonaro O "Politicamente correto" é apenas pretexto para censura e perseguição política e deve ser combatido a todo custo

Pra quem ainda não entendeu, o rótulo "discurso de ódio" é apenas uma justificativa para censura e para perseguir e punir você que tem opinião diferente.

No Canadá e na Inglaterra, já existe o conceito de "não-crime": policiais recebem instrução desde a academia de investigar você por um não-crime.

http://www.report-it.org.uk/files/hate_crime_operational_guidance.pdf
Item 6.3
"Where any person, including police personnel, reports a hate incident which would not be the primary responsibility of another agency, it must be recorded regardless of whether or not they are the victim, and irrespective of whether there is any evidence to identify the hate element."

O que isso significa é que diante de qualquer acusação de ódio que não seja considerado crime - não importando que a potencial vítima não tenha reclamado e mesmo se não houver qualquer evidência de que realmente aconteceu algo - a polícia é obrigada a registrar na ficha do acusado.

Isso é usado para inflar as estatísticas de "crime de ódio" mesmo sendo um "não-crime" do qual ninguém deu evidência.

Exemplo: um sujeito chamado Harry Miller reencaminhou no Twitter um poema que algumas pessoas acharam que era "transfóbico". Alguém chamou a polícia e ele foi investigado por causa do retweet mesmo sem ser o autor do poema. Ele perguntou que lei ele havia violado e a polícia disse que nenhuma, que era um incidente de não-crime e que a polícia tinha que averiguar o pensamento de Harry.

...averiguar o pensamento...

Quantas pessoas já foram presas por causa desse tipo de coerção policial?
Na Inglaterra, 3 mil pessoas já foram presas por comentários que elas postaram na internet. Isso não inclui os outros milhares de incidentes "não-crimes" pelos quais várias outras pessoas foram "averiguadas" e registradas.

É claro que alguns desses comentários postados foram horríveis, racistas, coisas que membros de torcidas de futebol gritam uns para os outros.

Mas boa parte dos comentários são simples piadas. Teve um sujeito que foi preso por ter postado uma piada sobre a Madeleine McCann (uma menina que desapareceu em 2007 e foi tema de um documentário do Netflix em 2019) que ele copiou e colou de algum site na internet. Ficou preso 3 meses por causa de uma piada e agora ficou registrado como criminoso.

Um outro sujeito chamado Marcus Macon publicou um vídeo no YouTube com um filhote de cachorro treinado pra fazer uma saudação nazista quando ouvisse Zieg Heil. É uma piada totalmente idiota e aquilo fora do contexto é algo ofensivo, mas a piada é justamente baseada no fato do nazismo ser a pior coisa do mundo e aquele cachorrinho fofo estava prestando continência.

Cerca de 3 milhões de pessoas viram o vídeo antes do YouTube tirar do ar e nenhuma reclamou. Mas a polícia entrou em contato com o Scottish Council of Jewish Communities pra perguntar se eles acharam ofensivo e é claro que eles disseram que sim. Então a polícia usou aquilo pra meter um processo no sujeito.

Depois de 2 anos investigando, e apesar da participação de uma unidade de inteligência e cibercrime, não acharam um único tweet ou email ligando ele a algum grupo fascista ou extremista, mas o julgaram culpado e lhe meteram uma multa de 800 libras e mancharam a ficha dele pra sempre apenas por causa de uma piada idiota.

Esse tipo de repressão já existe até no setor privado. Um outro sujeito foi a uma entrevista e descobriu depois que podia fazer requerimento para obter os dados investigados pela empresa. Ele recebeu 350 páginas contendo todos os tweets que ele deu like e que constavam a palavra "fuck".

https://twitter.com/kmlefranc

Um dos tweets que ele deu like e foi considerado ofensivo o suficiente para ser listado foi um vídeo de uma criancinha correndo com uma garrafa de vodka na mão saindo do supermercado e a mãe correndo atrás dizendo "não, não, me dá aqui, devolve!".

Casos assim em que não há nada ofensivo servem para deixar as pessoas com medo e assim controlá-las, controlar seu pensamento. Até mesmo dar like num tweet é motivo para punições e boicotes, um like que pode acontecer até por acidente.

Os grupos que promovem essa perseguição abusam das palavras "ódio" e "intolerância" mas eles mesmos são os que odeiam e não toleram opiniões diversas. Quem mais acusa os outros de "ódio" e "intolerância" são aqueles que mais odeiam e menos toleram os outros.

Que tal isso: Fulano não concorda com você em nada e por causa disso você é que é o "fascista intolerante com discurso de ódio"?
E esse fulano pode contratar uma empresa que vai revirar sua vida online pra catar algum like, alguma piada, qualquer coisa que possa remotamente ser rotulada de "discurso de ódio"?

Provavelmente não há nenhuma pessoa a salva disso no planeta inteiro que não tenha algum comentário comprometedor em privado que possa ser usado contra ela.
submitted by Charles_Bronsonaro to brasilivre [link] [comments]


2019.10.17 16:31 euamocachorros79 Augustdorf - 2ª Parte

Gomes fora nomeado secretário de trânsito logo após o escândalo das multas apagadas do sistema explodir. A imprensa deleitou-se e revolveu cada detalhe do esquema em que veículos e condutores das famílias abastadas de Augustdorf, após pagamento de uma taxa simbólica direto nas mãos do secretário anterior, ficavam livres de pontos na carteira ou de registro junto ao órgão de trânsito estadual. Era como se aquelas infrações jamais existissem. Entretanto, o mentor do plano continuava uma incógnita. Tudo apontava na direção de Johnny, o atual prefeito, mas nenhuma prova foi contundente o suficiente para convencer o Ministério Público ou o juiz da comarca a condená-lo. O ex-secretário não tivera a mesma sorte e penava uma sentença pesada na prisão regional.
Determinado a executar seu trabalho sem chamar atenção para si, Gomes era o nome perfeito para dar continuidade ao serviço da pasta. E ele fazia exatamente isso, sem alarde ou atos políticos. Mas também era sua responsabilidade se algo desse errado na intrincada rede de vias que alimentava os cofres da cidade. Em Augustdorf, lixo era dinheiro. Muito dinheiro.
Antes mesmo de ligar para o prefeito, já chamara o corpo de bombeiros voluntários da cidade, o batalhão da polícia rodoviária estadual e o hospital, no intuito de descobrir se o estrago era tão grande quanto pensava. As notícias não poderiam ser piores. Quatro caminhões lotados de lixo urbano das cidades vizinhas colidiram em sequência, às portas de entrada das minas, abalroando um veículo de passeio e provocando o óbito do condutor e outros dois passageiros. A burocracia envolvida num acidente dessas dimensões era um pesadelo com caminhões de diferentes municípios, seguradoras distintas, em uma estrada estadual de grande movimento. Cada prefeitura exigindo laudos periciais antes da remoção dos caminhões. Respirou fundo e ligou para o prefeito.

Joel acorda. Suas mãos tremem e suas pernas estão dormentes. A respiração ainda é rasa. A cidade dorme profundamente num silêncio sepulcral. As lâmpadas de vapor de mercúrio batalham um luta inglória contra a escuridão e a chuva incessante. Como é que faz tanto frio por aqui? Pensa Joel de si para si. A dor no lado direito do tronco agora é apenas um desconforto. Consegue levantar-se e vasculhar o carro com calma. Ele busca conforto na racionalização, Sophia é uma menina inteligente e provavelmente saiu correndo para buscar ajuda ao vê-lo estirado ao chão. Protegendo os olhos da chuva com as mãos, tenta enxergar se os prédios próximos apresentam alguma movimentação. Sem sucesso. Põe-se a caminhar e afasta-se do veículo em passos errantes.
-SOPHIA! Ele grita sem obter resposta. Nem mesmo eco. Claramente ele não está em uma zona residencial, as construções se assemelham muito à edificações industriais, o que esclareceria a ausência de pessoas caminhando e até mesmo de trânsito à noite. Mas então o que explicaria apenas o som de seus passos nas poças e o tambor de seu coração nos ouvidos?
Ele pensa enquanto caminha, imagina cenários em que encontra sua filhinha dentro de instantes, acompanhada das autoridades e ajuda médica. E também antecipa a dor de nunca mais encontrá-la. Esse último pensamento é descartado assim que identifica uma placa em neon ao longe. Um bar de beira de estrada parece aberto. Um lugar apara aquecer o corpo e a alma. E quem sabe um telefone que funcione. O TELEFONE! Ele apalpa os bolsos das calças até encontrar o volume familiar no bolso dianteiro esquerdo. Pressiona o botão na lateral e espera pela tela de inicialização aparecer com o sorriso desenvolto da filha junto dele, numa selfie inesperada de apenas alguns dias atrás.
Seus olhos correm até as barras de sinal. Vazias.
submitted by euamocachorros79 to EscritoresBrasil [link] [comments]


Como arrumar uma namorada ALONGAMENTO BACANA MAIS ABS (Patrícia H. A. Camargo) PÃO DE CEBOLA FOFINHO FÁCIL DE FAZER⭐️❤️ Aprenda A Criar Sua Conta No HotPay Como fazer PIRULITO p/ LAÇOS? Canal Laço de Princesa - YouTube Como obter uma webnamorada Uma receita para chegar ao topo: bolo em camadas

Como obter mulheres - 10 Coisas importantes a serem conhecidas

  1. Como arrumar uma namorada
  2. ALONGAMENTO BACANA MAIS ABS (Patrícia H. A. Camargo)
  3. PÃO DE CEBOLA FOFINHO FÁCIL DE FAZER⭐️❤️
  4. Aprenda A Criar Sua Conta No HotPay
  5. Como fazer PIRULITO p/ LAÇOS? Canal Laço de Princesa - YouTube
  6. Como obter uma webnamorada
  7. Uma receita para chegar ao topo: bolo em camadas

Sim tá com esse filtro do editor porque não estou com vontade de pagar 100 reais apenas para tirar uma marca d' agua, então se não aguentam isso, caiam fora. Ele irá revelar tudo o que você quer saber sobre como atrair mulheres, como obter uma menina dentro de um mês e também sobre coisas que você não deve fazer para manter as mulheres longe. Welcome! Canal Laço de Princesa Curta, compartilhe, inscreva-se e ative o sininho. 'Tudo posso naquele que me fortalece' Filipenses 4:13 -----... Trabalhar como Afiliado Neste tutorial,você vai aprender a criar sua conta no HotPay. Depois de criar sua conta no HotPay,dê seus primeiros passos rumo ao sucesso no Marketing Digital. http ... ① https://goo.gl/PvoSQo ② Add/Remove Content: [email protected] ③ Fonte: @patiihenriques Eu era a menina que não conseguia passar as mãos dos joelhos 😅... Você vai precisar de: Para o marzipã: - 175 g de amêndoas moídas - 125 g de açúcar de confeiteiro - 2 colheres de sopa de licor Amaretto Para a massa: - 100 ml de creme de leite aquecido ... 7. Passado esse tempo, retire a massa da vasilha e passe-a para uma superfície lisa. Corte a massa ao meio e modele os pãezinhos. 8. Para modelar, faça uma tira com a massa e corte pedaços iguais.